Esse final de semana tem festival Mimo e Rude!

Plebe-Rude_supermusic_com_br

Plebe é Rude, documentário sobre a banda que despontou no cenário do Rock Nacional nos anos 1980 vai passar domingo, 08/10 às 18h na Casa da Cultura no Festival Mimo em Paraty-RJ. > Foto: supermusic.com.br

“Dedicado a produções inéditas e tendo a música como tema central, o Festival MIMO de Cinema enriquece a programação de concertos desde 2004. Com formato ímpar, conquistou plateia cativa e exibe obras de diferentes gêneros. Os filmes convidados, ou selecionados por edital, são projetados ao ar livre nos pátios de igrejas históricas, cinemas, mercados e centros culturais”.

O festival multicultural promove concertos, cinema, fórum de ideias, poesia, “atividades paralelas” e educação.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA DA MOSTRA DE CINEMA DO FESTIVAL MIMO 

BAMBAS
Documentário | 20min | 2017 | São Paulo | Livre
O curta-metragem dá voz às sambistas de São Paulo de diferentes idades, classes e ideias. O filme desenha um panorama da vida dessas mulheres, mostrando as dificuldades e situações que o samba impõe às que se aventuram em suas rodas.

DIRETOR(ES): ANNÁ FURTADO
CASA DA CULTURA,
06/10/2017
18:00

DIRETOR(ES): ANNÁ FURTADO
CINE ODEON, PARATY
12/11/2017
18:00

DIRETOR(ES): ANNÁ FURTADO
TENDA DA RIBEIRA, RIO DE JANEIRO
17/11/2017
20:00

O PIANO QUE CONVERSA
Documentário I 78 minutos I 2016 I São Paulo I Livre
Filme sobre encontros afetivos, a relação entre músicos e instrumentos e um pianista que afirma a identidade no caráter universal de sua obra. Concebido sem entrevistas, o longa acompanha encontros do pianista Benjamim Taubkin com diferentes formações e tradições musicais no Brasil, Bolívia e Coreia do Sul.

DIRETOR(ES): MARCELO MACHADO
CASA DA CULTURA,
06/10/2017
18:00

CLARA ESTRELA
Documentário I 72 minutos I 2017 I Rio de Janeiro I Livre
O filme narra, na primeira pessoa, a trajetória da cantora Clara Nunes, que conquistou o Brasil e vários países do mundo. Embalado por imagens oníricas e sem entrevistas, o documentário é construído por depoimentos da artista na mídia impressa, na voz da atriz Dira Paes. A narrativa é realçada pelo ineditismo do arquivo de imagens e uma minuciosa seleção de músicas.

DIRETOR(ES): SUSANNA LIRA E RODRIGO ALZUGUIR
CASA DA CULTURA,
06/10/2017
20:00

ILÚ OBÁ DE MIN – HOMENAGEM A ELZA SOARES, A PÉROLA NEGRA
Documentário I 38 minutos I 2017 I São Paulo I Livre
O filme acompanha o desfile do Ilú Obá De Min, no Carnaval de 2016, em homenagem à cantora Elza Soares. O bloco adentra as ruas de São Paulo, exaltando a cultura afro-brasileira, ocupando o espaço urbano com as danças e os cantos em yorubá, dos terreiros de Candomblé e de outras manifestações da cultura negra. O cortejo é uma grande ópera popular de rua.

DIRETOR(ES): BETO BRANT
CASA DA CULTURA,
06/10/2017
20:00

A RETIRADA PARA UM CORAÇÃO BRUTO
Ficção | 15min | 2017 | Cordisburgo /MG | Livre
Todo ser humano tem um universo dentro de si. Quando duas pessoas se encontram, acontece um Big Bang. Ozório é um senhor que vive sozinho, onde Judas perdeu as botas, na zona rural mineira, esmorecido pela perda da companheira da vida inteira. Na Folia de Reis, “Retirada” é a última música tocada, anunciando a despedida e a jornada que continua.

DIRETOR(ES): MARCO ANTONIO PEREIRA
CASA DA CULTURA,
07/10/2017
18:00

DIRETOR(ES): MARCO ANTONIO PEREIRA
CINE ODEON, PARATY
12/11/2017
16:00

SOTAQUE ELÉTRICO
Documentário I 93 minutos I 2017 I Rio de Janeiro I Livre
Uma investigação sensorial sobre a natureza da guitarra brasileira, que parte da chegada da viola de machete no Recôncavo Baiano, em meados do século XIX, até os dias de hoje. Intrusa e estranha, a guitarra teve de se adaptar à cultura do ritmo, própria aos gêneros nativos, forjando uma identidade original, muito além da tradição do rock’n’roll.

DIRETOR(ES): CAIO JOBIM E PABLO FRANCISCHELLI
CASA DA CULTURA,
07/10/2017
18:00

DIRETOR(ES): CAIO JOBIM E PABLO FRANCISCHELLI
CINE ODEON, PARATY
12/11/2017
16:00

SAMBA DE CACETE: ALVORADA QUILOMBOLA
Documentário | 26 min | 2016 | Belém/PA | 10 anos
O filme retrata a manifestação cultural que envolve música, canto e dança, com elementos dos batuques afro-brasileiros. O nome se refere aos pequenos cacetes de madeira utilizados pelos tocadores dos tambores, para a marcação e o contratempo. As melodias e as letras são antigas e falam do tempo da escravidão, resistindo há quatro gerações entre os quilombolas da Amazônia

DIRETOR(ES): ANDRÉ DOS SANTOS
CASA DA CULTURA,
07/10/2017
20:00

SOBRE NOIZ
Documentário I 70 minutos I 2016 I São Paulo I 12 anos
Com narração de Emicida, o documentário é uma imersão no universo do elogiado disco “Sobre crianças, quadris, pesadelos e lições de casa”, gravado em Angola, Cabo Verde e Brasil. O rapper se consagrou depois deste disco como um dos grandes nomes da música brasileira.

DIRETOR(ES): EMICIDA, ÊNIO CÉSAR E EVANDRO FIÓTI
CASA DA CULTURA,
07/10/2017
20:00

DIRETOR(ES): EMICIDA, ÊNIO CÉSAR E EVANDRO FIÓTI
CINE ODEON, PARATY
11/11/2017
16:00

A PLEBE É RUDE
Documentário I 75 minutos I 2016 I São Paulo I 14 anos
A banda brasiliense Plebe Rude surgiu no começo da década de 1980, com a sua música forte e letras sofisticadas. Um coquetel poderoso, que sacudiu a cena do rock brasileiro e tomou de assalto as rádios do país.

DIRETOR(ES): DIEGO DA COSTA E HIRO ISHIKAWA
CASA DA CULTURA,
08/10/2017
18:00

COSME
Documentário | 13min |2016 | Porto Alegre/RS | Livre
Filmado na Itália e Inglaterra, aborda a vida do cantor e compositor brasileiro Thiago Médici, conhecido como Cosme.Ele embarca para a Europa em 2012, em busca de uma nova vida e da cidadania italiana. Tem os documentos roubados, vai para uma cidade do interior e acha um violão no porão em que vive. Em 2016, muda-se para Londres, dividindo seus dias entre a música e o trabalho numa loja de brinquedos.

DIRETOR(ES): LUCIANO SCHERER
CASA DA CULTURA,
08/10/2017
18:00

DIRETOR(ES): LUCIANO SCHERER
TENDA DA RIBEIRA, PARATY
17/11/2017
20:00

MÚSICA ILUSTRADA
Homenagem aos clássicos da música brasileira.

DIRETOR(ES): INÁCIO ZATZ
CASA DA CULTURA,
08/10/2017
18:00

SUPER ORQUESTRA ARCOVERDENSE DE RITMOS AMERICANOS
O deserto brasileiro, o sertão nordestino, uma banda de baile anima festas de debutantes. Enquanto isso, a região é transformada por máquinas, que mudam a paisagem árida, e animais cantam e dançam ao som de standards americanos. “Start spreading the news…”

DIRETOR(ES): SÉRGIO OLIVEIRA
CASA DA CULTURA,
08/10/2017
20:00

DIRETOR(ES): SÉRGIO OLIVEIRA
TENDA DA RIBEIRA, PARATY
17/11/2017
18:00

ENTRE O TRAÇO E A LUZ
Documentário | 12min | 2016 | Rio de Janeiro | Livre
Memória, retina, película e música. Um ensaio poético, através das lembranças e imagens do fotógrafo Marco Aurélio Olímpio.

DIRETOR(ES): ZECA FERREIRA
CASA DA CULTURA,
08/10/2017
20:00

DIRETOR(ES): ZECA FERREIRA
CINE ODEON, PARATY
12/11/2017
18:00

TAMBORES AFRO-URUGUAIOS
Documentário | 13 min | 2017 | Rio de Janeiro | Livre
Os tambores trazidos pelos africanos escravizados sobreviveram e ganharam novas forças no Uruguai. O candombe, ritmo musical afro-uruguaio, símbolo de um povo reprimido, tornou-se uma necessidade de expressão e liberdade dos africanos e hoje tem presença especial no Carnaval daquele país.

DIRETOR(ES): NAOUEL LAAMIRI E RAFAEL FERREIRA
CINE ODEON,
10/11/2017
18:00

O SOM DO TEMPO
Documentário I 104 minutos I 2017 I Rio de Janeiro I Livre
O longa-metragem conta 20 anos de história do rap carioca, através de imagens históricas e depoimentos de seus protagonistas. Utilizando imagens de arquivo, rimas e muitas conversas, o rap carioca se revela intenso e swingado, como a Cidade Maravilhosa.

DIRETOR(ES): ARTHUR MOURA
CINE ODEON,
10/11/2017
18:00

NA VIA LÁCTEA
Ficção| 125 min | 20176| EUA|Sérvia|GB|Livre
Primavera em tempos de guerra. Todos os dias, o leiteiro atravessa a fronteira de burro, para levar as preciosas mercadorias para os soldados. Abençoado pela sorte e amado por uma bela aldeã, um futuro tranquilo parece aguardá-lo. Até a chegada de uma misteriosa mulher italiana que vira a sua vida de pernas para o ar. Uma história de amor e guerra, recheada de comédia e aventuras fantásticas, protagonizada por Monica Bellucci e Emir Kusturica.

DIRETOR(ES): EMIR KUSTURICA
CINE ODEON,
10/11/2017
20:30
CANTA UM PONTO
Documentário | 26min |2016 | Pinheiral /RJ | Livre
A partir dos cantos entoados na forma de pontos de jongo, o filme constrói um relato poético do Jongo de Pinheiral, permeado de “causos”, festas, mistérios, memória e resistência política.

DIRETOR(ES): LUCIANO DAYRELL E JOÃO CARLOS SILVEIRA
CINE ODEON,
11/11/2017
16:00

DIRETOR(ES): LUCIANO DAYRELL E JOÃO CARLOS SILVEIRA
TENDA DA RIBEIRA, RIO DE JANEIRO
18/11/2017
20:00

CINEBIOGRAVURA
Documentário I 28 minutos I 2017 I Rio de Janeiro I Livre
“Um minuto!”, responde a voz que dubla um anônimo figurante, em uma cena de “Tocaia no asfalto” (Roberto Pires, 1962). A quem pertence essa voz? Cinema, jornal, rádio e música, fotos de família e cartas pessoais, um estranho ser de duas cabeças, as mãos sobre a ninfa seminua, pistolas e futuros no Planalto Central, Thelonious Monk e Sonny Rollins. A cinebiogravura de um brasileiro do século XX.

DIRETOR(ES): LUÍS ROCHA MELO
CINE ODEON,
11/11/2017
18:00

DIRETOR(ES): LUÍS ROCHA MELO
TENDA DA RIBEIRA, RIO DE JANEIRO
17/11/2017
18:00

TORQUATO NETO – TODAS AS HORAS DO FIM
Documentário I 87 minutos I 2017 I Rio de Janeiro I 12 anos
O poeta piauiense vivia apaixonadamente as rupturas e atuava em várias frentes – na música, no jornalismo e no cinema. Participou ativamente da revolução que mudou os rumos da cultura brasileira nos anos 1960 e 1970, pela Tropicália e a arte marginal. O autor de “Geléia geral” – com Gilberto Gil, “Mamãe, coragem” – com Caetano Veloso e “Let´s play that” – com Jards Macalé, suicidou-se no dia de seu aniversário de 28 anos.
DIRETOR(ES): EDUARDO ADES E MARCUS FERNANDO
CINE ODEON,
11/11/2017
18:00

DIRETOR(ES): EDUARDO ADES E MARCUS FERNANDO
TENDA DA RIBEIRA, RIO DE JANEIRO
17/11/2017
20:00

HÍBRIDOS, OS ESPÍRITOS DO BRASIL
Documentário I 85 minutos I 2017 I Rio de JaneiroI 12 anos
Sem comentários e entrevistas, o filme desvela um dos grandes assuntos da nossa geração, a espiritualidade em voga no Brasil. Desde a maior procissão católica do mundo a um desconhecido ritual indígena no Mato Grosso e aos passes de cura em centros espíritas, a obra é uma jornada musical através dos diversos rituais.
DIRETOR(ES): PRISCILLA TELMON E VINCENT MOON
CINE ODEON,
11/11/2017
20:30

FEVEREIROS
Documentário I 71 minutos I 2017 I Rio de Janeiro I Livre
A partir do vitorioso carnaval da Mangueira em homenagem a Maria Bethânia, o filme percorre uma viagem entre Rio e Bahia, acompanhando a cantora no universo familiar, festivo e religioso que inspirou o enredo “Maria Bethânia: A menina dos olhos de Oyá”, de 2016.
DIRETOR(ES): MARCIO DEBELIAN
CINE ODEON,
12/11/2017
18:00

DIRETOR(ES): MARCIO DEBELIAN
TENDA DA RIBEIRA, RIO DE JANEIRO
17/11/2017
00:00

JOÃO, O MAESTRO
Biografia | 116 min | 2017 | Rio de Janeiro | 12 anos
A história de um homem obstinado pela música. Com problemas de saúde na infância, João Carlos Martins vê sua vida se transformar quando descobre o dom para o piano. Ainda jovem, o promissor artista sofre um acidente que interrompe momentaneamente a carreira. Sua vida é marcada pela superação das limitações físicas, que não o impedem de seguir a sua vocação.

TENDA DA RIBEIRA,
17/11/2017
18:00

ONILDO ALMEIDA – GROOVE MAN
Documentário| 71 min | 2017 | Rio de Janeiro | Livre
Autor de clássicos imortalizados por Luiz Gonzaga, o caruaruense Onildo Almeida revisita aos 88 anos algumas de suas 600 canções. Interpretado por Agostinho dos Santos, Maysa, Jackson do Pandeiro, Chico Buarque, Gal Costa, Gil e Caetano, o compositor é chamado de “groove man” pelos tropicalistas, dada a variedade de gêneros e ritmos que explorou ao longo da carreira.

DIRETOR(ES): HELDER LOPES E CLÁUDIO BEZERRA
IGREJA DA SÉ,
18/11/2017
18:30

Toda a programação pode ser conferida em https://mimofestival.com/brasil/cinema/

 

Após 15 anos, entretenimento alavanca Vera Cruz novamente

Companhia-cinematográfica-Vera-Cruz

Companhia-cinematográfica-Vera-Cruz

Os estúdios Vera Cruz, em São Bernardo, vão voltar a receber produções audiovisuais após 15 anos sem atividades ligadas a sua origem histórica no entretenimento. Na terça-feira passada [13/09/2017], o prefeito Orlando Morando (PSDB) anunciou que o game show “The Wall”, da Endemol Shine Brasil, será produzido no pavilhão este mês.

A empresa, de origem holandesa, é responsável por grandes sucessos da TV, como o “Big Brother”, da Rede Globo, e o “MasterChef”, da Band. O estúdio vai receber as gravações que serão veiculadas na Argentina, Chile, Colômbia e Uruguai. O programa para o Brasil ainda está em negociação.

Juliana Algañaraz_ foto entretenimento_r7_com

Juliana Algañaraz, gerente geral da Endemol Shine Brasil > Foto: entretenimento.r7.com

Estamos muito felizes em sermos a empresa responsável pela reativação para entretenimento dos estúdios Vera Cruz, local que faz parte da história da indústria audiovisual brasileira, ainda mais trazendo um formato tão grandioso como é o ‘The Wall’. O programa é um fenômeno de audiência nos Estados Unidos, Espanha, Alemanha, França e Canadá.”, disse a diretora geral da Endemol Shine Brasil, Juliana Algañaraz.

De acordo com Morando, as gravações vão durar 90 dias e a empresa pagará cerca de R$ 300 mil pela locação.

O prefeito rompeu em abril deste ano a concessão no valor de R$ 156 milhões válida por 30 anos do Vera Cruz, assinada em 2015 entre a empresa Telem e a gestão de seu antecessor, Luiz Marinho (PT).

Prefeito-Orlando-Morando-em-evento-sobre-o-estúdio-Vera-Cruz-Divulgação/pmsbc

Prefeito Orlando Morando em evento sobre o Estúdio Vera Cruz / Foto: Divulgação/pmsbc

A ideia inicial de Morando era reservar o pavilhão para emissoras de TV, mas o projeto foi modificado após conversas com empresários do setor. “Fui ouvir a opinião de quem usa, de quem precisa, de quem absorve produtos para suas emissoras. Gostaria de uma concessão integral voltada para a TV, mas nenhum deles (empresários) entende que isso era suficiente para emissora. É um espaço muito grande, que precisa ter uso compartilhado”, afirmou.

A Endemol utilizará apenas um dos pavilhões existentes. Os demais poderão ser locados para outros projetos, incluindo as feiras ligadas a setores como roupas e alimentação, como já acontecia antes. O prefeito disse que outras produções procuraram o espaço para locação, entre eles um novo filme da “Turma da Mônica”.

Com as feiras e a produção do game da Endemol, a prefeitura vai arrecadar neste ano cerca de R$ 600 mil em locações do Vera Cruz. “Esse valor entra direto para o orçamento da cidade. Temos a intenção de investi-lo na finalização do teatro e cinema que há no espaço e estão inacabados”, afirmou.

Luz, câmera e ação

Famoso por ser um dos maiores estúdios do país durante os anos 1950, o Vera Cruz recebeu produções importantes da época, como os filmes de Amácio Mazzaropi, eternizado com o papel de Jeca Tatu.

Mas o empreendimento faliu com a chegada das grandes produções norte-americanas anos depois. A primeira tentativa de reviver o galpão para a sétima arte veio em 1999, com reforma nunca concluída do governo do Estado.

Em 2009, um novo projeto de revitalização foi anunciado com parceria entre Ministério da Cultura e prefeitura. Após investimentos em uma escola de audiovisual e na compra do acervo, o Vera Cruz passou para a concessão privada em 2015. O contrato com a Telem foi rompido neste ano por não cumprimento das ações.

O último filme produzido no local foi “Carandiru”, em 2002, que usou o Vera Cruz para algumas cenas.

Estrutura de 13 m foi para o pavilhão

O pé direito do pavilhão  Vera Cruz, de cerca de 14 metros de altura, foi um dos principais fatores que levaram a sua escolha para o game “The Wall”. “Nossa produção precisava encontrar um local tão grandioso que comportasse uma estrutura de mais de 13 metros de altura que o cenário exige”, explicou o diretor de produção da Endemol Shine Brasil, João Cardia. No formato original da atração, participantes enfrentam o paredão em jogo de perguntas e respostas. Quando a resposta é correta, uma bola verde cai aleatoriamente pela parede em direção a canaletas com diferentes valores em dinheiro. Em caso de erro, a bola fica vermelha e reduz o valor acumulado. O prêmio final ainda depende de outras fases das perguntas.

Futuro do acervo de filmes ainda é incerto

O acervo de filmes, cartazes, roupas e objetos dos estúdios Vera Cruz ainda não tem destinação definida.

O material está alojado atualmente em um dos galpões do local. O prefeito Orlando Morando (PSDB) negocia sua transferência junto ao Ministério da Cultura para a Cinemateca.  “Solicitamos que a Cinemateca faça uma inspeção (no material). O município não tem condições de montar nem de armazenar esse acervo. A gente poderia ceder para a instituição e eles exibirem os filmes. Nós precisaríamos de um grande investimento para apresentar esse material para a população. A Cinemateca poderia fazer isso. É um produto de interesse nacional”, afirmou.

O acervo do Vera Cruz foi adquirido em 2009 pelo município com auxílio da União. O material, que inclui 10 mil fotos e 40 filmes, pertencia a família Khouri, antiga proprietária dos estúdios Vera Cruz.

[Fonte original : goo.gl/mk3u9v / metrojornal.com.br]

 

 

#fvfilmeslove Dani California!

Em abril de 2017, o clipe da música “Dani California” completou exatos 11 anos de lançamento. O videoclipe dirigido por Tony Kaye estreou na MTV no dia 04 de abril de 2006.

A música, single do álbum “Stadium Arcadium” (2006) recebeu inúmeras indicações e chegou a ganhar o prêmio naquele ano como a “Melhor Direção de Arte” no MTV Video Music Awards. No ano seguinte ganhou também como a “Melhor Canção de Rock” e “Melhor Performance Por um Duo ou Grupo de Rock com Vocal” no Grammy Awards.

No clipe “Dani California”, a banda Red Hot Chili Peppers faz uma homenagem divertida a alguns ícones do Rock como Elvis Presley, Beatles, Jimi Hendrix, Cream,
Parliament-Funkadelic, David Bowie, Slade, Sex Pistols, Misfits, Glenn Danzig, Poison, Nirvana e, por que não, eles próprios.

O britânico Tony Kaye além de ter dirigido este videoclipe do RHCP, dirigiu outros importantes como “What God Wants” de Roger Waters e “Help Me” e “God’s Gonna Cut You Down” de Johnny Cash. Segundo o Wikipedia: “Kaye já foi indicado seis vezes para o Grammy. Venceu em 2006 por God’s Gonna Cut You Down com participações especiais de Bono, Johnny Depp, Kanye West, Patti Smith, Terrence Howard, Iggy Pop, Dixie Chicks, Brian Wilson, Woody Harrelson, Keith Richards, Chris Martin, Sharon Stone, Lisa Marie Presley, Flea, Chris Rock, Justin Timberlake, Kate Moss, Peter Blake, Sheryl Crow, Dennis Hopper, Mick Jones e Jay-Z.”

Cinema

Sua estreia como diretor de cinema foi em American History X (1998), um drama sobre racismo protagonizado por Edward Norton e Edward Furlong. Norton foi indicado para o Oscar de Melhor Ator por sua atuação.

Em 2011, lançou Detachment. O filme é um drama surrealista sobre o declínio do sistema de ensino em escolas americanas.

Documentários

Kaye também produziu documentários, como Lake of Fire, que abriu o Festival de Toronto com muitos aplausos em setembro de 2006. Esteve entre os quinze pré-indicados ao Oscar de Melhor Documentário na cerimônia de 2008. Foi ainda indicado no Independent Spirit Awards, Chicago Film Critic Association Awards e Satellite Awards.

Curta Metragem

Também dirigiu o curta This Is Not Sex, protagonizado por Seth Rogen e Elizabeth Banks (de Zack and Miri Make a Porno).

Filmografia / Tony Kaye
American History X (1998)
Lake of Fire (2006) (documentário)
Black Water Transit (2009)
Detachment (2011)

(https://pt.wikipedia.org/wiki/Tony_Kaye_(diretor))

 

#fvfilmeslove Singin’ in the Rain

Mais um videoclipe da nossa série de vídeos que amamos ou simplesmente hashtag Fvfilmes Love. Um clássico! Singin’in the rain ou Cantando na Chuva é um longa metragem [103min.], uma comédia musical, dirigido e coreografado por Gene Kelly e Stanley Donens. Este trecho onde o apaixonado Don Lockwood [Kelly] desencana de pegar uma pneumonia aguda e se joga, dança e canta alegremente, é considerado um dos primeiros videoclipes da história… mesmo não sendo realizado com a intenção de ser propriamente um videoclipe. Alias, apesar do personagem usar a tecla “dane-se”, o ator teve que se virar pra fazer a cena… acreditem: com febre! Coisas da arte. Achamos uma versão bacana no Youtube e esperamos que vocês curtam em HD Widescreen!

CURIOSIDADES [www.adorocinema.com]

Um verdadeiro musical

O roteiro de Cantando na Chuva foi escrito apenas após a escolha das canções que fariam parte do filme.

Cantando na chuva… de leite?

A chuva que aparece no filme enquanto Gene Kelly canta “Singin’in the rain” na verdade não apenas água, mas sim uma mistura de água com leite.

Tudo pela arte

Gene Kelly estava com febre durante as filmagens da famosa cena em que canta “Singin’in the rain”.

Perdeu a vez

O primeiro ator cogitado para o papel de Cosmo Brown foi Oscar Levant.

Reciclagem

Algumas das roupas utilizadas em Cantando na Chuva foram utilizadas posteriormente em outro filme, Bem no Meu Coração, de 1954.
Prêmios

OSCAR
Indicações
Melhor Atriz Coadjuvante – Jean Hagen
Melhor Trilha Sonora

GLOBO DE OURO
Ganhou
Melhor Ator – Comédia/Musical – Donald O’Connor

 

Music Video Festival no MIS!

Acontece nesse final de semana [dias 28, 29 e 30-7] a quinta edição do Music Vídeo Festival no MIS em São Paulo. Uma ótima oportunidade pra ficar por dentro do que está acontecendo de bom em matéria de produção de videoclipe no mundo. Você vai poder conferir os vídeos numa tela de cinema, estreias de algumas produções, bate-papo com artistas e diretores além da premiação dos melhores clipes do ano (m-v-f- awards 2017) e pocket shows das bandas participantes.

Ainda segundo o site do MIS, “o Music Video Festival apresentará a nova safra do R&B Pop Soul brasileiro com os artistas Kafé, Iza e Rico Dalasam, que volta ao festival após dois anos, além de um panorama com três gerações do Hip Hop com Hip Hop Kidz (MC Soffia, Kunimi MC, MC Mirim, Damyen, Cauan e MC Tum Tum), Luccas Carlos e Black Alien. Em parceria com o selo Balaclava Records, o m-v-f- estreia as bandas A Band Called Love e Cinnamon Tapes e traz também os curitibanos do Marrakesh.

Dando continuidade à tradição de convidar profissionais audiovisuais estrangeiros para trocar suas experiências com o público, o Music Video Festival confirma a presença do diretor espanhol radicado nos EUA Andres Rojas (AG Rojas) para falar sobre seus trabalhos com artistas como Leonard Cohen, Jack White, Run The Jewels, entre outros.

A inovação não poderia faltar, e o festival possibilita ao público assistir, através de equipamentos de realidade virtual, aos clipes “Family” (Björk), “Apex” (Arjan Van Meerten), “Saturnz Barz” (Gorillaz), “Chocolate” (Giraffe).”

Ah, e um detalhe importante: “É Grátis

Para ter mais informações sobre a programação do m-v-f- 2017 acesse www.musicvideofestival.com.br

SEXTA-FEIRA – 28 DE JULHO - 21h

m-v-f- estreia: O Estranho Que Nós Amamos (The Beguiled), de Sofia Coppola
Sala sujeita à lotação (86 lugares) – senhas serão distribuídas com 1h de antecedência
Confira classificação indicativa

 SÁBADO E DOMINGO – 29 E 30 DE JULHO - 14h às 22h

★ m-v-f- inovação ★
Os finalistas na categoria “videoclipe de inovação” do m-v-f- awards 2017 estarão disponíveis para experiência interativa do público. São eles:

“Apex” de Arjan van Meerten – realidade virtual (Holanda)
“Chocolate” de Giraffage – realidade virtual (EUA)
“Family” de Björk – realidade virtual (EUA)
“Saturnz Barz” de Gorillaz – vídeo 360º (Reino Unido)
“Unbreakable” de Aldo The Band – vídeo interativo (Brasil)
“Words Hurt” de Naive New Beasters – vídeo interativo (França)
SEXTA-FEIRA – 28 DE JULHO

21h

m-v-f- estreia: O Estranho Que Nós Amamos (The Beguiled), de Sofia Coppola
Sala sujeita à lotação (86 lugares) – senhas serão distribuídas com 1h de antecedência
Confira classificação indicativa

SÁBADO E DOMINGO – 29 E 30 DE JULHO

14h às 22h
★ m-v-f- inovação ★
Os finalistas na categoria “videoclipe de inovação” do m-v-f- awards 2017 estarão disponíveis para experiência interativa do público. São eles:
“Apex” de Arjan van Meerten – realidade virtual (Holanda)
“Chocolate” de Giraffage – realidade virtual (EUA)
“Family” de Björk – realidade virtual (EUA)
“Saturnz Barz” de Gorillaz – vídeo 360º (Reino Unido)
“Unbreakable” de Aldo The Band – vídeo interativo (Brasil)
“Words Hurt” de Naive New Beasters – vídeo interativo (França)

SÁBADO – 29 DE JULHO
Auditório MIS:

14h
m-v-f- awards internacional: exibição dos 15 videoclipes internacionais finalistas

15h30
Talk Diretor Internacional – AG Rojas

17h
Talk Balaclava Records
* Cinnamon Tapes com a diretora Valerie Mesquita: estreia do clipe Sol
* Marrakesh com os diretores Igi Ayedun e Fernando Moreira: estreia do doc U+MAG SOUND PROJECT presents MARRAKESH IN BCN
* A Band Called Love com estreia do clipe Noite Quente

18h30
Talk atração internacional – Kilo Kish

20h
Talk Unha & Carne: R&B/Pop/Soul
* Kafé com os diretores Hugo Macedo e Rafael CostaKent: estreia do clipe 360 feito em parceria com o m-v-f-
* Iza com o diretor Marcos Mello Cavallaria: exibição do clipe Te Pegar
* Rico Dalasam com o diretor João Monteiro: estreia do clipe Fogo em Mim

Área externa MIS
15h
Pocket show Cinnamon Tapes

16h30
Pocket show A Band Called Love

18h
Pocket show Marrakesh

19h30
Performance Kilo Kish

21h
Pocket shows Kafé | Iza | Rico Dalasam

22h
Encerramento do primeiro dia de m-v-f-

DOMINGO – 30 DE JULHO
Auditório MIS

14h
m-v-f- awards nacional: exibição dos 15 videoclipes nacionais finalistas

15h30
Talk Music Docs – AGUARDEM

17h
Talk Unha & Carne: HIP HOP
* Hip Hop Kidz (MC Soffia, Kunimi MC, MC Mirim, Damyen MC, Cauan, MC Tum Tum) com os diretores Edu Costa e Nixon Freire: estreia do clipe Internet feito em parceria com o m-v-f-
* Luccas Carlos com o diretor Gabriel Fontes: exibição do clipe Fala
* Black Alien com o diretor Ricardo Costa: estreia do clipe Sangue de Free

18h30
Talk especial: Marcelo D2 com Johnny Araújo e Wilmore Oliveira

20h
Cerimônia de premiação m-v-f- awards 2017

Área externa MIS
16h30
Pocket show Hip Hop Kidz (MC Soffia, Kunimi MC, MC Mirim, Damyen MC, Cauan, MC Tum Tum)

18h
Pocket show Luccas Carlos

19h30
Pocket show Black Alien

21h
DJ Nuts com participação especial de Marcelo D2

> Sujeito à lotação de espaço.

> Para as atividades no Auditório MIS, é necessário retirar o ingresso 1h antes na recepção.

SOBRE O MUSIC VIDEO FESTIVAL (m-v-f-)
O m-v-f- é um festival multilinguagens internacional em sua quinta edição que trata o videoclipe em seu formato de arte audiovisual. Sua programação abrange exposições/instalações sobre o tema, além de mostras com o que existe de mais recente na produção mundial de videoclipes, conteúdos audiovisuais inéditos, debates com convidados nacionais e internacionais, premiações e incentivo a novos talentos. Sempre com olhar apurado para a estética audiovisual, em suas quatro edições, o music video festival já reuniu mais de 30 mil pessoas, premiou 16 videoclipes, recebeu mais de 20 profissionais nacionais e internacionais da área e produziu cinco videoclipes profissionais com novos talentos na direção.
O m-v-f- 2017 tem patrocínio da Oi, apoio cultural da Oi Futuro e MIS, mídia oficial UOL, promoção MTV, apoio TNT, e realização do Programa de Ação Cultural da Secretaria de Estado da Cultura, Governo de Estado de São Paulo e Cinnamon Comunicação.

#Equipe Jornalismo FVFILMES

O MIS fica localizado na Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo – SP, Brasil. CEP 01449-000 / Telefone: 55 11 2117 4777

Para ter mais informações sobre a programação do m-v-f- 2017 acesse www.musicvideofestival.com.br ou www.mis-sp.org.br

Vê se Anima, Mundi!

"Father and Daughter", do  diretor holandês Michael Dudok de Wit

“Father and Daughter”, do diretor holandês Michael Dudok de Wit

Chegou o festival Anima Mundi! A 25ª edição do festival animado conta com 470 filmes de 45 países e esse ano faz homenagem aos 100 anos do gênero produzido no Brasil. É “animação” que não acaba mais! Destaque às produções canadenses, uma seleção de Norman McLaren, um dos mais importantes animadores escoceses mas que desenvolveu sua trajetória no Canadá, dois curtas indicados ao Oscar e ainda quem será o brasileiro que concorrerá para o próximo ano.

Confira o trailer de um dos destaques do festival:

#FVFILMESINDICA

PEAR CIDER AND CIGARETTES

Para quem é fã de Quadrinhos e Graphic Novel vale muito a pena ver essa animação canadense de Robert Valley, indicada ao Oscar. Veja o trailer
e sinta o clima. Imperdível!

Anima Mundi acontece no Rio de Janeiro e São Paulo:

Estréia: 26/07 [4ª]
Até: 30/07 [Dom]
Ingresso: Grátis à R$ 10.
Onde:

Rio de Janeiro
Casa França-Brasil
CCBB/RJ
CCJF
CC dos Correios
Cine Odeon – CC Luiz Severiano Ribeiro
Cinemateca do MAM
Espaço Cultural BNDES

São Paulo
Caixa Belas Artes
CCBB/SP
Centro Cultural São Paulo
Cinemateca Brasileira

Programação: www.animamundi.com.br

FVFILMES é uma produtora de vídeos formada por artistas vorazes por novas idéias e projetos. Ela surgiu do desejo de profissionais ligados `a arte, cultura e publicidade em produzir conteúdos audiovisuais em diferentes plataformas. Buscamos uma linguagem própria e original. Nossa alegria é contar histórias através de imagens. Utilizamos equipamentos de ponta com um olhar atento para a contemporaneidade. Seja bem vindo! A FVFILMES FAZ O SEU FILME.